Rio Una FM participa do Seminário Oportunidades e Desafios do Pré-Sal em Brasília

Durante toda esta semana aconteceu no auditório da Petrobras em Brasília o Seminário: oportunidades e desafios do Pré-Sal. Participaram do evento vários representantes da Petrobras, geólogos, sindicalistas, químicos, jornalistas e representantes de movimentos sociais. Temas como geopolítica, a criação da Petro-sal, sistema de partilha, fundo social e outros temas foram apresentados e debatidos com os participantes.

Marina Roma de Freitas representante da Petrobras explicou para os participantes o que é e qual será o papel da Petrosal, nova empresa que deve ser criada de acordo com o projeto de lei 5.939/2009. Segundo ela a Petrosal será uma empresa para prestar serviço de auditoria de gestão para a Petrobras, Roma afirmou ainda que a Petrosal não será dona de nenhuma plataforma nem bem material e deve ser remunerada através dos contratos que estiverem sob sua gestão que não concorda com as criticas de que esta empresa ira se sobrepor à Petrobras. Afirmativa que não recebeu apoio de representantes dos movimentos sociais.

Estava presente ao seminário Elie Abade – Engenheiro de processamento Sênior da Petrobras durante a sua apresentação Abade afirmou que em aproximadamente 40 anos outras formas de energia irão substituir o petróleo, diante desta afirmativa indaguei se com este cenário a descoberta do pré-sal e o bilionário investimento da Petrobras na sua exploração não seria um investimento de poucos resultados  uma vez que em menos de 40 anos o petróleo pode não ser mais tão importante.

Roma respondeu que o Brasil precisa imediatamente explorar essa riqueza, caso contrario realmente estaremos deixando no fundo da terra um das maiores riquezas já encontradas no planeta, mas reafirmou que daqui a 15 ou 30 anos o petróleo deve ser substituído ou por questões de embargos ambientais, ou pela criação das diversas fontes de energia, Roma disse ainda que apesar de trabalhar a muitos anos para a Petrobras, acredita que a saída energética esteja na energia solar e aeólica.  Mas crê que nos próximos 30 anos o Brasília terá a oportunidade de ser um dos grandes produtores de petróleo no mundo e o investimento compensa uma vez que o custo de exploração será proporcional as reservas encontradas e a sua viabilidade econômica a longo prazo.

Quanto a possibilidade da existência de petróleo na região da bacia de Camamu e Costa do Dendê, Rosembergue Pinto Coordenador do grupo de mobilização do marco regulatório Petróleo do Gabinete da presidência disse que a Petrobras vai perfurar pelo menos 21 poços no mar da Bahia, nos próximos quatro anos, em busca de novas reservas de petróleo e gás. Em alguns deles, a busca será na camada de pré-sal, a alguns milhares de metros de profundidade.  Segundo Rosemberguer até o momento não há nenhuma confirmação que na  nossa região haja petróleo, ele afirmou que já se sabe que na bacia de Camamu existe uma camada de pré-sal com aproximadamente 150 metros de espessura o que é considerado muito fina para a existência de petróleo, pois quanto maior for a camada de sal, maior a possibilidade de abaixo dele existe óleo.

Em todas as analises realizadas pela empresa só foram encontrados poços em áreas com camada de sal com mais de 2 mil metros de espessura.  Apesar da grande expectativa em relação ao pré-sal, tudo ainda não passa de possibilidades, pois ainda não existe no mundo tecnologia para exploração de óleo nas condições apresentadas, e nenhuma empresa no mundo se arriscou a realizar este tipo de exploração, tudo isso sem duvida será um gigantesco desafio da Petrobras que pode colocá-la entre as maiores do mundo transformando o Brasil em potencia mundial em petróleo. Mesmo tudo não passando ainda de sonhos, nos sabemos que se não fosse possível não se estaria falando tanto nisso ao ponto de colocar todos os ovos na mesma cesta, a existência nos próximos 30 anos da Petrobras agora depende de um tal de PRÉ-SAL.



Escrito por Rádio Rio Una fm às 10h59
[] [envie esta mensagem] []



Vem ai o Bolsa Celular, governo pretende dar celular para baixa renda

O Ministro das Comunicações, Hélio Costa, está elaborando um projeto de lei que garante que pessoas carentes tenham telefones celulares. De acordo com Costa, a ideia já foi levada verbalmente ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o projeto está sendo preparado.

De acordo com o ministro, hoje no Brasil mais de 12 milhões de pessoas não usam celular e, para que o novo programa seja instituído, o governo deve liberar a cobrança do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel), o que baratearia o custo do aparelho.
que boa noticia, so assim finalmente eu terei o meu primeiro celular.



Escrito por Rádio Rio Una fm às 18h33
[] [envie esta mensagem] []



Rio Una Fm Participa da 6ª Marcha do trabalhador com mais de 50 mil trabalhadores em Brasília

Foto: Secom/CUTA CUT e as demais centrais sindicais do País se uniram na manhã desta quarta-feira (11) para promover a tradicional Marcha Nacional da Classe Trabalhadora. E fizeram a maior das mobilizações unitárias desde 2004.

A sexta edição da manifestação, que nos anos anteriores foi fundamental para implementar uma política de valorização do salário mínimo no Brasil, contou com 50 mil trabalhadores, que começaram a se concentrar desde as 7h no estacionamento do estádio Mané Garrincha, próximo ao Eixo Monumental.  Por volta das 10h, deram início à caminhada rumo ao Congresso Nacional.

Neste ano, as entidades definiram seis eixos unificados: exigir que o Congresso aprove o PL 01/07, que efetiva a política de valorização do salário mínimo; novo marco regulatório para o pré-sal, que garanta soberania nacional sobre a exploração e o uso dos recursos, destinando-os a políticas públicas de combate às desigualdades sociais e regionais; atualização dos índices de produtividade da terra e aprovação da PEC 438/01 contra o trabalho escravo; ratificação das Convenções 151 e 158 da OIT; aprovação do PL sobre a regulamentação da terceirização e combate à precarização nas relações de trabalho e, principalmente, redução da jornada sem redução do salário.

Entre os parlamentares do campo democrático e popular que marcaram presença e manifestaram apoio às reivindicações, estava o deputado federal responsável pela relatoria do projeto de redução da jornada, Vicente de Paula, o Vicentinho. “Mais importante até do que juntar entidades de posição ideológica distinta é constatar a unidade que existe entre elas, porque o empresariado está dividido sobre a redução. Parte já pratica as 40 horas semanais, outros ainda resistem. Eu tenho certeza que se o projeto for ao plenário da Câmara e do Senado será aprovado”, afirmou.

Por volta das 11h, a marcha estacionou diante do edifício do Congresso. Presidente nacional da CUT, Artur Henrique, explicou os resultados positivos da aprovação na Casa de cada eixo da pauta da classe trabalhadora, em especial da valorização do salário mínimo. “Mais de 43 milhões de brasileiros vivem com um salário mínimo, sendo 18 milhões de aposentados. Esse povo espera e quer que o Congresso aprove a política de valorização do salário mínimo, que foi fruto da mobilização das centrais, para garantir que a valorização permaneça até 2023, fazendo com que isso não seja uma política apenas do governo Lula, mas também de Estado”, defendeu.


A CUT levou aproximadamente 30 mil militantes e foi a maior delegação entre as centrais, algo que podia ser facilmente comprovado por qualquer observador da manifestação.

 Após o encerramento da passeata diante do parlamento, cerca de 6 mil cutistas seguiram para a Praça dos Três Poderes, onde encerraram a 6ª Marcha da Classe Trabalhadora num aguerrido protesto perante a sede do STF (Supremo Tribunal Federal). Proibidos de lá chegar com o caminhão de som, os dirigentes recorreram ao bom vê velho megafone - na verdade, dois - para protestar contra o interdito proibitório, instrumento da Justiça Cível que, apesar de tratar de direito de propriedade, tem sido aplicado pelo STF, a pedido dos empresários, para impedir mobilizações e greves.

O STF também foi alvo de protesto em função das decisões que tem tomado, a partir de ações diretas de inconstitucionalidade, para derrubar avanços conquistados legitimamente pela mobilização e capacidade de negociação dos movimentos sociais. Houve espaço também para apoiar a libertação do militante de esquerda italiano Cesare Battisti, para quem integrantes do STF defendem a extradição ao seu país de origem.

Além dos militantes do movimento sindical, a mobilização levou também outros representantes dos movimentos sociais ao Distrito Federal, representados pela UNE (União Nacional dos Estudantes) e pelo MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra).



Escrito por Rádio Rio Una fm às 20h55
[] [envie esta mensagem] []



Entidades se mobilizam pela aprovação da jornada de trabalho de 40 horas

As entidades sindicais realizam nesta quarta feira mobilizações  na Câmara em favor da aprovação da proposta de emenda à Constituição que reduz para 40 horas a jornada de trabalho semanal. A PEC está na pauta para votação em plenário e o assunto já foi discutido em audiências públicas com empregados e empregadores na comissão-geral criada para tratar do tema. No último dia 14, a Cut promoveu em várias capitais a Jornada Nacional Unificada de Lutas, com o apoio de outras entidades de representação dos trabalhadores, movimentos populares e estudantis. A redução da jornada semanal de trabalho figurou entre as principais reivindicações.

Em reunião realizada no dia 20 no Rio de Janeiro, a Confederação Nacional do Comércio de Bens Serviços e Turismo (CNC) posicionou-se contra a aprovação da proposta de emenda à Constituição, que também estabelece aumento de 50% para 70% do valor da hora extra. O presidente da CNC, Antônio Oliveira Santos citou os resultados da medida na França, que segundo ele "empobreceu em relação a outras nações da Europa, como a Alemanha", depois que os trabalhadores tiveram a jornada reduzida.

A entidade destaca que o setor de comércio de bens, serviços e turismo é hoje o maior empregador nacional e, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é formado essencialmente por microempresas e empresas de pequeno porte, que seriam afetadas pela redução da jornada semanal de trabalho.



Escrito por Rádio Rio Una fm às 17h27
[] [envie esta mensagem] []



Rio Una fm participa da 6ª Marcha em Brasília para pressionar Congresso Nacional pela jornada de 40 horas semanais

A redução da jornada semanal de trabalho para 40 horas será a principal reivindicação de milhares de trabalhadores de todos os estados que participarão da 6ª Marcha da Classe Trabalhadora, que acontece nesta quarta feira dia 11 de novembro. Organizada pela Força Sindical, CUT, CTB, CGTB, NCST e UGT, a 6ª edição da Marcha inicia às 9 horas no Estádio Mané Garrincha e termina com um ato em frente o Congresso Nacional.

A Marcha, realizada pela unidade das centrais sindicais, sempre foi um instrumento de pressão para obter conquistas. Uma delas foi a política de valorização do salário mínimo que irá vigorar até 2023. Este projeto está em tramitação no Congresso Nacional e precisa ser aprovado.

Em Brasília desde a manha do dia 10, o Radialista Siro Pimentel, da Radio Rio Una FM, já conversou com alguns representantes do movimento que detalharam quais os principais pontos de reivindicação dos trabalhadores.

Redução da Jornada de Trabalho para 40 horas

Valorização do salário mínimo - aprovação do PL 01/07;

Ratificação das convenções 151 da OIT - negociação no serviço público;

Ratificação da convenção 158 da OIT – contra a demissão imotivada;

Não a precarização - retirada dos PLS de terceirização – 4302/98 e 4330/04;

Contra o trabalho análogo ao escravo - aprovação da PEC 438/01 e

O pré-sal é nosso.

 

 

 



Escrito por Rádio Rio Una fm às 12h12
[] [envie esta mensagem] []



Campeonato Pan-americano de surfe é adiado por problemas de infra-estrutura

  campeonato Pan-americano de Surf - Mahalo Pan Surf Games Music, que estava marcado para começar neste domingo, 8, em Ilhéus, foi adiado para esta segunda-feira, 9, por problemas na infra-estrutura do evento, como o equipamento do palco principal que está emitindo choques e a internet, utilizada para computar notas dos competidores, que está fora do ar. De acordo com Marcos Butão, diretor de prova, o atraso não vai atrapalhar o cronograma da competição, já que a organização aumentou em uma hora o período de provas por dia, passando de 5 para 6 horas.

A previsão da Federação Pan Americana de Surf é que o evento comece nesta segunda às 9h e termine no domingo às 14h. Duzentos e cinquenta atletas de nove delegações - Brasil, Argentina, Venezuela, Peru, Guatemala, Equador, Chile, Costa Rica e a ilha do Caribe, Guadalupe, que pertence à França - participam do campeonato.

Dois baianos são favoritos a levar o título Pan Americano de Surfe já nesta etapa em Ilhéus. Com o resultado nas seletivas anteriores, Rudá Carvalho e Franklin Serpa, podem vencer a prova em casa. Caso eles não ganhem, a decisão do campeonato será prorrogada para a etapa do Caribe, que ainda não teve data marcada. O baiano Uri Valadão, campeão mundial de Bodyboard, também compete com outros nove surfistas brasileiros.

Os baianos têm vantagem em relação aos outros competidores por conhecer as condições do mar de Ilhéus, que tem ondas curtas, baixas e intensas, enquanto as ondas caribenhas são longas, altas, mas esparsas. Essa é a primeira vez que uma etapa da competição acontece no Brasil.

fonte: www.atarde.com.br

 



Escrito por Rádio Rio Una fm às 18h24
[] [envie esta mensagem] []



Prefeitura não age, autoridades fazem vistas grossas e Valença vira “casa da mãe joana”

As calçadas e o calçadão de Valença deixaram de ser públicas com a invasão do comércio sobre o espaço dos pedestres. Ao apropriar-se do passeio público como extensão dos negócios privados, ambulantes ilegais e comerciantes formais agem com a mesma certeza: a de que nunca serão incomodados pela fiscalização.

No roteiro do jeitinho, a reportagem da Rio Una Fm percorreu o centro da cidade e constatou que as ruas do centro de Valença  continua  terra de ninguém – Em menos de duas horas, o nossa equipe contou mais de 60 ambulantes ilegais com produtos espalhados no calçadão e ruas proximas do centro.  

Até a fachada do Bradesco virou cabide para exposição de objetos de ambulantes, dezenas de ambulantes ilegais se digladiam para oferecer de tudo a quem passa. DVDs e CDs piratas 3 por R$ 5, panos de prato, roupas, comida sem nenhuma higiene, brinquedos, até produtos eróticos. “Comprador não falta” o que falta mesmo é fiscalização e organização.

Promotoria ainda não se manifestou mas bem que deveria

A Promotoria de Meio Ambiente e Acessibilidade não informou se esta preparando alguma recomendação administrativa à Prefeitura para que deixe espaços públicos livres do domínio de ambulantes e lojistas que ocupam ilegalmente calçadas e passeios públicos. Todos sofrem com a prática irregular e mais ainda cadeirantes, idosos, gestantes. A Prefeitura sofre pressão política constante para fazer vistas grossas diante de argumentos sociais. “Quanto aos lojistas, uma coisa puxa a outra: a falta de fiscalização dá a entender que não há lei. Se para o ambulante não funciona, o comerciante também faz igual. uma força-tarefa já deveria ter sido criada composta pela Prefeitura, Promotoria, Polícia Federal e Receita para dar fim à privatização das calçadas. “Como não há o pudor de fazer o que é errado, a prefeitura com a guarda municipal sozinha não consegue mais resolver. Ficou um problema maior. Virou costume e os fiscais são desafiados a todo instante e só é possível abordagens com o apoio da PM. Diante de ameaças a guarda recuou, a prefeitura se calou e a bagunça esta instalada em Valença. E viva a pirataria.



Escrito por Rádio Rio Una fm às 12h01
[] [envie esta mensagem] []



Garota prodígio, Valenciana é a nova Bailarina do Bolshoi

Maria Fernanda 11, sai de Valença  para ingressar no Balé Bolshoi, selecionada entre milhares de garotas Fernanda ganha destaque e a oportunidade de se tornar uma bailarina mundialmente reconhecida.

Há três anos uma pequena Valenciana  realizava um sonho: começar seus primeiros passos no balé com a professora Cintia Bulcão e daqui  para participar do maior balé do mundo, o Bolshoi. Fernanda hoje com 11 anos, começa a colher os frutos da persistência e ousadia e claro to talento mostrado desde cedo.

Filha de família simples, disciplinada e dedicada ao balé Fernanda passou por varias etapas até chegar ao Bolshoi, passou pela audição municipal, pela estadual, pela regional e finalmente pela nacional na cidade de Joinville Santa Catarina, não foi fácil mas ela chegou lá, e não fez feio: das 40 vagas disputadas por mais de 700 candidatas  de todo o pais  apenas 22 garotas foram selecionadas e Fernanda foi a segunda colocada e uma das 03 de toda a região nordeste, alem de Fernanda apenas outras duas garotas do estado foram selecionadas.

Para conseguir entrar no Balé Bolshoi de Santa Catarina, única filial da companhia fora da Rússia. Ela começou no balé não porque a mãe quis ou sonhou, como a maioria das crianças começa, mas por vontade própria. “Eu que insisti para ela me inscrever. Queria muito aprender a dançar” disse Fernanda em entrevista na Radio Rio Una FM logo ao chegar em Valença. A bailarina entrou no mundo da dança clássica aos oito anos, na Escola de Balé Estilo Corpo, e desde então se dedica completamente à sua grande paixão.

O Bolshoi oferece uma bolsa que inclui a formação em dança clássica durante oito anos, todo o material e as roupas para ensaios, aulas e apresentações, além de uma vaga garantida na rede pública de ensino e aulas de arte na escola Bolshoi.

Em contrapartida, o Ballet Estilo Corpo dirigido aqui pela professora Cintia Bulcão, deverá arcar com a moradia e as demais despesas de Fernanda. Para isto, precisava de apoio financeiro de pessoas ou empresas que quisessem colaborar para a lapidação da bailarina, Precisava, pois antes mesmo de retornar de Joinville para se despedir de amigos e familiares, foi dada a excelente noticia que uma grande empresa da região a Casa e Fazenda do Grupo Ramiro Campelo já tinha se disponibilizado a arcar com todo o custo durante os oito anos de formação de Fernanda, valor que gira em torno de 21mil reais por ano.

Graças ao talento, ao empenho da família e da professora Fernanda esta com um futuro garantido principalmente porque hoje o Bolshoi tem uma companhia própria e ela será uma profissional dessa companhia.  Para nos Valencianos fica o orgulho de termos uma Valenciana selecionada por mérito na maior escola de balé do mundo.



Escrito por Rádio Rio Una fm às 07h46
[] [envie esta mensagem] []



Veiculo capota no Guaibim e deixa 03 feridos e um morto

Julio Cesar Tito Oliveira, 22 anos, natural de Laje, faleceu nesta terça feira dia 02/11, após capotamento registrado na estrada Valença x Guaibim, próximo ao D’betos Restaurante, próximo ao D’betos Restaurante.

Segundo a Polícia Rodoviária, ele trafegava com mais 03 pessoas no veiculo Gol Preto, placa JHA 5677 – licença de Brasília, quando perdeu o controle na curva e capotou varias vezes, ainda segundo a policia ele não possuía carteira de Habilitação.

Julio teve politraumatismo  foi socorrido  por outros motoristas mas não resistiu aos ferimentos e morreu  ainda na emergência da Santa Casa de Valença . Os outros 03 ocupantes do veiculo sofreram ferimentos leves.



Escrito por Rádio Rio Una fm às 13h37
[] [envie esta mensagem] []



Operação Plástico da PF realiza prisões na Bahia

As polícias da Bahia, de Sergipe e de Santa Catarina realizam neste momento a Operação Plástico, que tem como objetivo prender pessoas ligadas a empresas do setor que sonegam ICMS. No total, são oito mandados de prisão.

 Duas pessoas já foram presas na Bahia, outras três em Santa Catarina e duas em Sergipe. Um empresário ainda está sendo procurado pela polícia baiana. Segundo informações da Secretaria da Fazenda, a quadrilha sonegava por ano R$30 milhões apenas na Bahia.

A Secretaria de Segurança Pública ainda não informou mais detalhes sobre a operação, o que deve acontecer nas próximas horas.



Escrito por Rádio Rio Una fm às 12h55
[] [envie esta mensagem] []



NOVO PROGRMA DA RIO UNA FM RECEBE ELOGIOS DE COMERCIANTES E OUVINTES

 

A série “A Gente Sabe, a Gente Faz”  estreiou hoje na Radio Rio Una Fm as 7:50 da manha com o tema COMO SER UM BOM VENDEDOR, deu dicas importantes para a pratica do bom relacionamento com o cliente. o programa é produzido e distribuido pela Agencia Radio Web e SEBRAE nacional e veiculado por centenas de radios no pais, na regiao sul da bahia a radio rio una tem a exclusividade na exibição do programa. amanha quarta feira o tema é: Atitudes que Conquistam os Compradores. fique ligado as 7:50 da manha na radio mas ouvida em Valença - Rio Una Fm.

 

O objetivo mais uma vez é ajudar os pequenos empreendedores a melhorar seu negócio por meio de dicas, informações, estratégias e exemplos passados de uma forma simples, direta e lúdica através das ondas sonoras da radio mais ouvida na cidade, Rio Una Fm.

 

Este tipo de programa já é uma marca desta emissora que desde o inicio de suas atividades sempre buscou levar aos seus ouvintes não somente musica, mas também educação e informação de utilidade para o dia a dia.



Escrito por Rádio Rio Una fm às 10h24
[] [envie esta mensagem] []



QUEM NÃO PAGAR ALUGUEL PODE SER DESPEJADO MAIS RAPIDAMENTE.

 

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou nesta quarta-feira (28) o projeto que altera a Lei do Inquilinato. Neste mês a lei completa 18 anos sem sofrer alterações. A mudança ainda precisa ser sancionada pelo presidente Lula para entrar em vigor.  O projeto de lei (PLC 140/09) cria regras para a troca de fiador durante um contrato.

 

A Lei do Inquilinato não tratava deste assunto, e o Código Civil era utilizado para resolver conflitos referentes à locação de imóveis. Com a nova lei, o fiador poderá desistir da função, ficando responsável pelos efeitos da fiança durante 120 dias após o locador ter sido notificado. 

 

 O proprietário do imóvel também será favorecido. Para dar mais garantias ao locador e exonerar a empresa fiadora que passe por problemas econômicos, o projeto de lei permite que o proprietário exija um novo fiador caso o antigo ingresse no regime de recuperação judicial



Escrito por Rádio Rio Una fm às 22h36
[] [envie esta mensagem] []



RIO UNA FM FECHA PARCEIRIA COM A AGENCIA RADIO WEB E O SEBRAE PARA EXIBIR PROGRAMA DE RADIO PARA O MICRO EMPRENDEDOR.

 

A partir da próxima segunda feira, 2 de novembro, A Radio Rio Una FM em parceria com a agencia radio web e o SEBRAE nacional apresenta  uma série de 40 programas educativos para os micro e pequenos empresários Valencianos.

 

Desta vez a série “A Gente Sabe, a Gente Faz” aborda o tema “Vendas” já veiculado em centenas de emissoras em 2008. No formato de rádio-revista com novela e entrevistas de casos de sucesso e apresentados pelo ator Roberto Bonfim, os programas terão cerca de 8 minutos de duração e serão apresentados de segunda a sexta feira dentro do programa jornalístico de cara com a verdade as 7:50 da manha, durante as próximas oito semanas, de 2 de novembro ao dia de Natal, em 25 de dezembro.

 

O objetivo mais uma vez é ajudar os pequenos empreendedores a melhorar seu negócio por meio de dicas, informações, estratégias e exemplos passados de uma forma simples, direta e lúdica através das ondas sonoras da radio mais ouvida na cidade, Rio Una Fm.

 

Este tipo de programa já é uma marca desta emissora que desde o inicio de suas atividades sempre buscou levar aos seus ouvintes não somente musica, mas também educação e informação de utilidade para o dia a dia.

 

Como exemplos podemos citar o programa Pergunte ao Defensor apresentado toda sexta feira das 8 as 8:30 da manha com a participação do defensor publico do município o Dr Carlos Maia, dando orientações jurídicas aos ouvintes da rio una e apresentando os caminhos da justiça para quem não tem condições de pagar um advogado.

 

Na área de saúde apresentamos toda terça feira das 8 as 8:30 da manha o programa Pergunte aos Doutores, com presença de Dr. Nelson e Drª Mairi Cardim, ambos da Clinica Pro Cardin, que de forma bem clara, passa orientações e tira duvidas de ouvintes sobre saúde.

 

Esta são apenas algumas das iniciativas da Radio Rio Una FM, que em apenas 03 anos no ar transformou para melhor a maneira de encarar as comunicações na região, mudamos conceitos, quebramos padrões e colocamos a informação e a manifestação publica acima de qualquer interesse político e comercial, em um futuro próximo pode-se registrar que as comunicações na região de Valença divide-se em: antes e depois da Radio Rio Una FM.



Escrito por Rádio Rio Una fm às 22h25
[] [envie esta mensagem] []



ACADEMIA BARRACUDA GANHA 03 MEDALHAS EM CAMPEONATO

A Academia de Jiu-Jitsu Barracuda, foi a capital do estado na semana passada para participar do Campeonato Pan-americano de jio-jitsu, e não voltaram de mãos vazias, retornaram com 3 medalhas, duas de ouro e uma de prata.

O professor Lucio Cardoso sempre confiante no trabalho que desenvolve em Valença disse esta muito feliz com o resultado e que o trabalho continua com toda equipe para outros prêmios serem conquistados. O que falta é investimento publico e privado com mais envolvimento da comunidade para  que esse trabalho, possa crescer a envolver cada vez mais jovens em situação de risco.

Destaque também para os atletas Flordinice Arandiba, Eric dos Santos de Jesus e Ramon Silva Melo que conquistaram as medalhas no pan.

As informações e foto são do blog do pelegrini.org



Escrito por Rádio Rio Una fm às 18h07
[] [envie esta mensagem] []



Por Falta de "Cabra" Macho em Valença as cabras pastam livremente.

A cena até parece de uma pequena comunidade do semi árido bahiano, mas para a surpresa de todos trata-se de uma cena do cotidiano de uma cidade supostamente turistica e litoranea.

Animais vagando pelas ruas da cidade, um perigo para motoristas e pedestres, um problema que a cada dia aumenta mais. Sem um centro de zoonozes ( local apropriado para triagem dos animais ) em Valença, a quantidade de animais soltos nas ruas deixa a população idignada. Cães, gatos, bois, vacas, jumentos e agora as cabras, nas será de amirar se derrepende um destes invadir um comercio causar estragos ou machucar uma criança.

na manha desta sexta feira 23/10, a equipe de reportagem da Rio Una Fm, flagrou cerca de 15 cabras passeando livremente pelo centro da cidade por volta das 11:30 da manha.

A situação que envolve a saúde pública, e representa um perigo para motoristas e motociclistas, uma vez que estes animais trafegam pelas ruas e rodovias livremente, seja em locais iluminados ou escuros, facilitando acidentes. Além das cabras, na última semana, uma moradora do bairro da vila, ficou espantada ao ver uma vaca, com brinco e tudo na orelha, trafegando livremente pela rua, “foi um susto que eu tomei quando estava varrendo a calçada e vi aquele animal se aproximando, sem ninguém por perto”, disse uma moradora.

 

Como cada animal tem seu ciclo, outra cena preocupante e relacionada ao assunto volta a tomar conta das ruas, os cães, em plena agitação do cio, já são vis tos em matilhas pelas ruas da cidade. Grupos de cães circulam pelas ruas mais movimentadas de Valença, mostrando uma fragilidade em se tratando deste assunto, e pelo jeito, a solução está longe. como ja disse, Valença naõ tem "Cabra" macho que tormar uma atitude?



Escrito por Rádio Rio Una fm às 14h00
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


Histórico
Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
Rio una fm
fotos rio una
fotos artistas
FOTOS EVENTOS
ANIVERSARIANTE DA SEMANA
BLOG DA IVONE
BLOG DA LÔRA
BLOG DO SÓ BREGA
Fm Auto